Parque da Mulher, no bairro da Jatiúca, recebe ações de fiscalização e educação ambiental

Foco da atividade é coibir o descarte irregular de resíduos, comum na região

Alexandre Vieira e Amanda Lima (estagiária) /Ascom Sudes 11/08/2022 às 11:41
Parque da Mulher, no bairro da Jatiúca, recebe ações de fiscalização e educação ambiental
Parque da Mulher, no bairro da Jatiúca, recebe ações de fiscalização e educação ambiental. Foto: Célio Junior / Secom Maceió

Na manhã desta quinta-feira (11), as equipes de fiscalização e educação ambiental da Superintendência Municipal de Desenvolvimento Sustentável (Sudes) foram até o Parque da Mulher, localizado na Jatiúca, para orientar moradores, comerciantes e transeuntes a respeito do descarte irregular que acontece na área, prática constante na região.

O local é considerado um ponto crônico de despejo inadequado e, mesmo com a construção de uma área de convívio social, a atitude negativa continua sendo executada por carroceiros que trabalham na região. A fim de penalizar os infratores, o órgão pôs uma equipe de fiscalização para fazer rondas no bairro, verificando possíveis delitos. A ação também contou com o apoio dos servidores da Guarda Municipal de Maceió.

O local é considerado um ponto crônico de despejo inadequado. Foto: Célio Junior
O local é considerado um ponto crônico de despejo inadequado. Foto: Célio Junior

Para orientar e mudar hábitos do cidadão, a equipe de educação ambiental percorreu o bairro orientando a população sobre locais para o descarte correto e de como fazer denúncias, convocando-os para a luta pela limpeza da cidade. Somente neste local, mais de 10 toneladas de lixo são retiradas semanalmente.

Cerca de 10 toneladas de lixo são recolhidas semanalmente. Foto: Célio Junior
Cerca de 10 toneladas de lixo são recolhidas semanalmente. Foto: Célio Junior

Ronaldo Farias, superintendente da Sudes, explica que a Prefeitura oferta Ecopontos para que sejam feitos os descartes, mas os carroceiros e os moradores não aderem.

“Temos cinco Ecopontos em Maceió. Na parte baixa, e mais próximo da Jatiúca, temos o da Pajuçara, que pode ser acessado por moradores e carroceiros para o descarte de diversos materiais. Porém, estamos tendo pouca adesão e isso acaba atrapalhando o serviço de manutenção da limpeza da cidade”, disse.

As equipes de fiscalização atuaram dialogando com a população. Foto: Célio Junior / Secom Maceió
As equipes de fiscalização atuaram dialogando com a população. Foto: Célio Junior / Secom Maceió

O coordenador geral de fiscalização, Chrystiano Lyra, alerta que após tentativas de resolver o problema com diálogo, sem resultado, quem continuar fazendo o descarte irregular será multado.

"Nós tentamos conversar com os moradores, tentamos limpar a área diversas vezes, mas aqui se trata de uma situação crônica. Mas, não vamos desistir de tornar este lugar um ambiente limpo e agradável para a população. Por isso, passaremos a multar os moradores e carroceiros que continuarem jogando o lixo e também iremos apreender a carroça e o animal. Só assim poderemos ver um resultado", ponderou.

Moradores vivem com constantes descartes inadequados. Foto: Célio Junior / Secom Maceió
Moradores vivem com constantes descartes inadequados. Foto: Célio Junior / Secom Maceió

Maurinete é moradora da região e relata presenciar essa situação há anos. "As pessoas sempre jogaram lixo aqui. Eu vejo quase todos os dias carroceiros jogando. Os moradores então, aproveitam quanto está de noite para ninguém ver", disse ela.

Carroceiro ajuda no descarte correto. Foto: Célio Junior
Carroceiro ajuda no descarte correto. Foto: Célio Junior

O carroceiro Cipriano explica que não contribui com o despejo inadequado e ajuda para que os resíduos sejam deslocados até o local correto. "Eu venho aqui pois sei que o pessoal descarta muito lixo, então eu aproveito para recolher e levar no Ecoponto. Assim, além de ajudar a gente também ganha uma cesta básica", conta.

Foto: Célio Junior
Foto: Célio Junior

Já Antonieta revela ter realizado algumas denúncias a prefeitura, mas mesmo assim a população não se intimida. "Sempre que eu vejo faço foto e mando para a prefeitura. Eles mandam as equipes, limpam o local, passam na nossa casa e não adianta. Os próprios moradores não querem ver o lugar organizado e sem lixo", afirmou.

Além de realizar o descarte nos Ecopontos, outra forma do cidadão ajudar a manter a cidade limpa é denunciando possíveis irregularidades através do número 0800 082 2600, pelo número 156 ou WhatsApp 98802-4834, enviando fotos e vídeos da ocorrência. Caso seja flagrado, de acordo com o Código Municipal de Limpeza Urbana, o infrator pode receber uma multa que varia de R$ 120 à R$ 30 mil.

SUDES

Superintendência Municipal de Desenvolvimento Sustentável

Rua Cel. Pedro Lima, 69 - Jaraguá;
CEP 57022-220 // Telefone: (82) 3312-5380 | Central de Monitoramento Sudes: 0800 082 2600 / (82) 98802-4834 (Whatsapp) | Informações/Agendamento Parques: (82) 98801-3651
protocolo@sudes.maceio.al.gov.br

Horário de atendimento: segunda a sexta, de 8h às 14h