'Essa é a minha natureza': campanha da Prefeitura de Maceió discute papel do cidadão na preservação do meio ambiente

Ações realizadas durante o mês de junho buscam unir população e poder público em prol da natureza

Alexandre Vieira/Ascom Sudes 01/06/2022 às 17:30
'Essa é a minha natureza': campanha da Prefeitura de Maceió discute papel do cidadão na preservação do meio ambiente
Prefeitura de Maceió lança campanha 'Essa é Minha Natureza' nesta sexta-feira (3) no Vergel do Lago

A palavra natureza é usada pelos brasileiros com diversos significados. Além de representar o meio ambiente, é utilizada para marcar uma personalidade, ou atitude. É com esta ideia que a Prefeitura de Maceió vai lançar, na sexta-feira (3), na Rua Fechada do bairro Vergel do Lago, das 8h às 14h, a campanha , 'Essa é a minha natureza', em alusão ao Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado no próximo dia 5 de junho. A intenção é deixar no ar o questionamento para os cidadãos maceioenses: qual a sua natureza?

Comumente, vemos em ruas, praças e espaços públicos da capital diversos resíduos descartados de forma irregular. As consequências dessa prática negativa dificilmente são vistas durante a vida de quem cometeu tal crime. Por exemplo, pneus e plásticos, demoram de 450 a 600 anos para se decompor, afetando quem ainda nem veio ao mundo nos dias atuais. Então, a celebração deste dia é uma ótima oportunidade para reflexão e análise: quanto estou contribuindo para o meio ambiente?

São por estes motivos que a campanha vai chamar a atenção dos maceioenses e visitantes, já que a iniciativa contará com diversas ações, cujo foco é a conscientização ambiental, a preservação da natureza e a diminuição do descarte irregular, por parte da população.

Ações em defesa da natureza

A primeira ação do dia faz parte do Projeto Lagoa Limpa, elaborado pela Superintendência Municipal de Desenvolvimento Sustentável (Sudes). A intenção é retirar resíduos descartados inadequadamente que vão parar no mangue da Lagoa Mundaú.

O mutirão contará com a participação dos agentes de limpeza e educadores da Sudes, do Batalhão de Polícia Ambiental, jovens aprendizes das empresas que fazem a coleta domiciliar da cidade, catadores das cooperativas parceiras, pescadores locais e voluntários.

No local da ação haverá um palco montado que contará com apresentações como a da banda da guarda municipal da Secretaria Municipal de Segurança Comunitária e Convívio Social (Semscs), além de exibições culturais, como o Ukulele do Instituto Mandaver, parceiro da Prefeitura na ação, e a Quadrilha e Coco de Roda, organizados pela Fundação Municipal de Ação Cultural (FMAC).

Nos stands disponibilizados para visita que estarão instalados na região da Rua Fechada, ainda, haverá exposição da fauna e flora do Parque Municipal, além de animais taxidermizados (empalhados). A Sudes vai realizar a doação de mudas de árvores nativas, educação ambiental e oficinais de brinquedos recicláveis e sabão ecológico.

SMTT

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) irá disponibilizar patinetes para que os residentes locais possam passear na comunidade. Além disso, moradores e estudantes de uma escola que será convidada pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), poderão participar de aulas de arco e flecha, judô, primeiros socorros e defesa pessoal, ministradas pela Guarda Municipal de Maceió.

Educação

A Secretaria Municipal de Saúde ofertará aulas sobre o consumo responsável, agrotóxicos e terá um local para o descarte de bitucas de cigarro. A parceria entre Secretaria de Saúde de Maceió e a Uninassau levará testes rápidos e massagens para os visitantes. Para os animais da região, o Gabinete de Causa Animal disponibilizará o Castramóvel para atendimentos clínicos e a parte educacional.

Parceiros

Outros parceiros da Prefeitura de Maceió vão colaborar com as atividades. A Quitandaria fará a doação de frutas para quem participar da programação. O instituto Mandaver e o Fórum Alagoano de Economia Solidária farão feiras locais de empreendedorismo e ações culturais para as mulheres que residem na localidade.

Já as crianças, poderão participar do cantinho da leitura, pinturas faciais e atividades de colorir, organizadas pelo YSP (Jovens e estudantes pela Paz), além de atividades de conscientização sobre o cuidado com o Meio Ambiente elaboradas pela Central Única de Favelas (Cufa).

O superintendente da Sudes, Ronaldo Farias, explica que a união de várias instituições e da população deve gerar benefícios para o meio ambiente.

"Já realizamos o Projeto Lagoa Limpa duas vezes e conseguimos retirar muito lixo de dentro da lagoa. Mais uma vez iremos atuar na região e contamos com a participação e ajuda de vários órgãos, voluntários e moradores locais, construindo uma união que certamente irá beneficiar a localidade e a natureza", pontua.

Quanto vale o amanhã?

Com práticas simples e sustentáveis, como destinar seus recicláveis para cooperativas, embalar corretamente seu lixo domiciliar, não jogar resíduos fora da lixeira de rua, o cidadão pode evitar enchentes e alagamentos, a disseminação de doenças, prejuízos para sobrevivência da fauna e flora nativa e a contaminação e poluição de rios e do solo. Sendo assim, o que falta para que você faça o descarte correto dos resíduos?

Não só com lixo destruímos a natureza. Se por um lado a popularização dos carros foi à base do desenvolvimento urbano como o conhecemos, por outro sabemos que gera impactos irreversíveis ao meio ambiente. A queima de combustíveis como gasolina, álcool e óleo diesel libera gás carbônico (CO2) na superfície terrestre - o que resulta em uma maior absorção de raios solares pela Terra e, consequentemente, causa um acréscimo nas temperaturas médias. Portanto, a emissão excessiva desses gases é fator importante para o avanço do que chamamos de aquecimento global. Então, que tal deixar o carro em casa por uns dias?

As atitudes negativas constantes e inconsequentes realizadas por nós, cidadãos, está transformando o mundo em que vivemos, deixando cada vez mais escasso o que antes era considerado inesgotável. Resolver todos os problemas causados pela poluição é uma tarefa de longo prazo, mas combater as causas é uma ação que precisa ser feita o quanto antes.

Se questione: quanto vale o amanhã? Vale a água para de brotar? Vale o verde sumir? Vale o azul acinzentar? Manter o que resta de pé não basta. É preciso que você renasça para um novo mundo que vive em caos, que pede socorro diante dos seus olhos.

Faça hoje, é o presente que temos. O amanhã corre riscos e ficar de braços cruzados não é a melhor opção. A vida se deteriora mais rápido que o lixo que você descarta.

Tudo, menos o desperdício. Essa é a minha natureza. Qual é a sua?

O secretário adjunto de Meio Ambiente da Sedet, Ismar Macário, afirma que a Prefeitura vai promover uma agenda positiva para estimular a participação da população em diversas ações educativas e socioambientais.

"A programação visa despertar a atenção das pessoas para os problemas ambientais e para a importância da preservação dos recursos naturais. A ideia é conciliar proteção ambiental com desenvolvimento urbano sustentável, porque temos o dever de defender e preservar o meio ambiente para as presentes e futuras gerações", ressalta o secretário.

SUDES

Superintendência Municipal de Desenvolvimento Sustentável

Rua Cel. Pedro Lima, 69 - Jaraguá;
CEP 57022-220 // Telefone: (82) 3312-5380 | Central de Monitoramento Sudes: 0800 082 2600 / (82) 98802-4834 (Whatsapp) | Informações/Agendamento Parques: (82) 98801-3651
protocolo@sudes.maceio.al.gov.br

Horário de atendimento: segunda a sexta, de 8h às 14h