Recadastramento Estudantil 2022 encerra nesta quinta-feira (31)

Estudantes que não realizarem o procedimento no prazo ficarão sem o Passe Livre

Ascom SMTT 28/03/2022 às 10:03

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) alerta aos estudantes sobre a finalização do prazo para o Recadastramento Estudantil 2022, que encerra nesta quinta-feira (31). A estimativa é que 50 mil estudantes devem realizar o procedimento. Até o momento, apenas 14.015 fizeram o recadastramento e 5.299 estudantes se cadastraram para obter o cartão Vamu Estudantil.

Ao utilizar o cartão Vamu Estudantil, a identidade do usuário é identificada através da biometria facial. Foto: Ascom SMTT/Idalécio Lucas
Ao utilizar o cartão Vamu Estudantil, a identidade do usuário é identificada através da biometria facial. Foto: Ascom SMTT/Idalécio Lucas

É importante que os alunos se atentem que após a finalização do prazo, quem não tiver realizado o recadastro terá o cartão bloqueado, sendo impossibilitado de usufruir do benefício do Passe Livre Estudantil e de efetuar recargas na modalidade escolar. O cartão só poderá ser desbloqueado com o pagamento da taxa de recadastro, acrescido de multa no valor de R$ 7,00 para cada mês de atraso.

Entre os locais disponíveis para a realização do procedimento, estão a sede do Vamu Mobilidade, localizada na Rua Buarque de Macedo, 549-A, Centro (vizinho ao Sebrae), nos terminais do Benedito Bentes, Cruz das Almas, Colina do Eucaliptos, Eustáquio Gomes, Salvador Lyra e Graciliano Ramos. Já para solicitar o cartão Vamu Escolar, pela primeira vez, os estudantes devem se deslocar para a sede do Vamu Mobilidade e o terminal do Benedito Bentes.

Os alunos que irão recadastrar os cartões, devem estar munidos com as originais e cópias da Carteira de Identidade, CPF, comprovante de residência atualizado, em até três meses, ficha de cadastro e recadastro preenchida, carimbada e assinada pela instituição de ensino, o cartão VAMU Estudantil em uso e o pagamento de uma taxa no valor de R$ 7,00.

Durante o procedimento, será registrada e atualizada a foto do estudante para a biometria facial. Foto: Ascom SMTT/ Joyce Juliana
Durante o procedimento, será registrada e atualizada a foto do estudante para a biometria facial. Foto: Ascom SMTT/ Joyce Juliana

Nos casos de cadastros, é necessário levar as originais e cópias da Carteira de Identidade, CPF, comprovante de residência atualizado, em até três meses, ficha de cadastro e recadastro preenchida, carimbada e assinada pela instituição de ensino, uma foto 3X4, colorida e atual e o pagamento no valor de R$ 14,00.

Durante o procedimento, será registrada e atualizada a foto do estudante para a biometria facial.

Entre os locais possíveis para realizar a ativação do Passe Livre, que garante 44 embarques gratuitos, estão a sede do Vamu Mobilidade e da SMTT, assim como nos terminais do Benedito Bentes, Cruz das Almas, Colina do Eucaliptos, Eustáquio Gomes. A renovação é automática todo dia primeiro de cada mês e não é acumulativo. Caso necessite, o estudante pode adicionar mais 36 passagens, no valor de 50% da tarifa vigente, que é de R$ 3,35.

Os alunos das instituições de ensino superior poderão acessar a ficha de cadastro e recadastro no site do VAMU, após o envio das informações das respectivas instituições para o sistema.

Não serão ressarcidos os créditos que não foram utilizados pelos estudantes concluintes e desistentes nos anos de 2021 e 2022.

Alerta sobre a biometria - Ao utilizar o cartão Vamu Estudantil, a identidade do usuário é identificada através da biometria facial. Emprestar o bilhete para outra pessoa usá-lo, não se posicionar da maneira correta de frente para a câmera, desembarcar pela porta dianteira ou embarcar pela porta traseira e girar a catraca vazia, pedir para outro usuário passar o cartão ou passar pelo dispositivo junto com outra pessoa.

No verso de cada cartão contém informações de cuidados para a preservação, o que fazer em caso de perda ou roubo, e principalmente sobre a utilização, que é de uso pessoal e intransferível.

As penalidades por utilização indevida, ocorrem de acordo com a frequência da violação. O bilhete ficará bloqueado durante 30 dias, na constatação da primeira prática. Na segunda, a penalidade se estende por 60 dias e a partir da terceira, o usuário será impossibilitado de usufruir do benefício por um ano.

SMTT

Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito

Avenida Durval de Góes Monteiro, 829 - Tabuleiro do Martins
CEP 57061-000 // Telefone: (82) 3312-5330.
Horário de atendimento: segunda a sexta, de 8h às 14h.