Emprega Mulher já contemplou 800 mulheres com cursos profissionalizantes

Programa que completa um ano este mês também beneficia as participantes com passagem gratuita de ônibus

Deborah Freire / Ascom Semas 06/11/2022 às 12:00
Emprega Mulher já contemplou 800 mulheres com cursos profissionalizantes
Cursos têm transformado a vida de mulheres em Maceió / Foto: Juliete Santos

Com três filhos com Transtorno do Espectro Autista e um adolescente em casa, Patrícia Mendes dos Santos precisa fazer milagre para dar conta de cuidar dos filhos e da casa. Ela se desdobra para acompanhar as gêmeas de 8 anos e o menino de 10 nos tratamentos, e arca com todas as contas da casa sozinha, com o valor do Benefício de Prestação Continuada (BPC), que é de um salário mínimo.

O dinheiro mal dá para as despesas, e tempo sobra pouco, principalmente para ela mesma, mas quando foi chamada para fazer o curso de manicure e pedicure do Senac, em parceria com a Prefeitura de Maceió, não pensou duas vezes. A dona de casa viu a oportunidade de finalmente poder trabalhar e melhorar a renda da família sem ter que deixar de acompanhar os filhos.

“Eu já trabalhei fora, mas hoje não consigo trabalhar fichada numa empresa porque tenho que acompanhar meus filhos. Como manicure, posso ter minha renda em casa e cuidar deles ao mesmo tempo, porque vou conseguir conciliar”, comemora.

Patrícia cuida de quatro filhos sozinha, três deles são autistas. Foto: Juliete Santos / Secom Maceió
Patrícia cuida de quatro filhos sozinha, três deles são autistas. Foto: Juliete Santos / Secom Maceió

O curso faz parte do projeto Emprega Mulher, do Gabinete de Mulher, que já promoveu a qualificação profissional de 800 mulheres em diversas áreas. A formação é gratuita e contempla mulheres em situação de vulnerabilidade social que moram em Maceió e que estejam inscritas no Cadastro Único. Elas ainda contam com um cartão de ônibus com passagens gratuitas de ida e volta até terminarem as aulas.

A coordenadora do Gabinete, Ana Paula Mendes, explica que o projeto busca dar todas as condições para que as alunas compareçam às aulas e cheguem até o final do curso. “A gente sabe que, para mulheres em vulnerabilidade social, não basta ofertar os cursos. Também é muito importante a ida e a volta, muitas não têm condições. É extremamente importante que seja um trabalho amplo e completo, por isso a gente faz ainda palestras, encaminha para os serviços de saúde, para psicólogo, tratamentos. Trabalhamos o antes, o durante e o depois”, destaca.

Um dos tantos benefícios do programa que vão além da qualificação profissional é o empoderamento das mulheres. A professora Vilma Lima, da área de Beleza, Estética e Saúde do Senac, conta que muitas alunas chegam às primeiras aulas sem ânimo, mas concluem o curso com outra postura, de otimismo e esperança.

“Elas fazem muitos sacrifícios. Têm aquelas que deixam os filhos em casa, às vezes sem alimento. Algumas vêm chorando, têm aquelas que sofrem violência doméstica. Mas durante o curso, elas já começam a atender clientes e ganhar dinheiro, começam a andar com as próprias pernas, e isso transforma elas. O relacionamento muda com a família, com o marido, elas se valorizam”, diz.

Patrícia Mendes concorda. As aulas fora de casa foram mais do que uma formação profissional, foram momentos terapêuticos para ela que é mãe solo de quatro filhos. “A minha dedicação é totalmente para eles. Eu não tenho vida, minha vida são meus filhos, então através desse curso, conhecendo as meninas e entrando na área da beleza, vou conseguir ter um tempo para mim, que é muito importante. Foi de enorme valor essa oportunidade, foi quase uma terapia”, apontou.

Município investiu R$ 26 mil em passagens de ônibus

A captação de mulheres para os cursos do Emprega Mulher é feita por meio de eventos do Gabinete, através do contato com lideranças comunitárias ou até mesmo quando elas entram em contato pelas redes sociais pedindo ajuda.

O mais recente chamamento foi feito por meio da Caravana para Elas, realizada no Benedito Bentes pela Prefeitura de Maceió em parceria com os ministérios da Mulher e da Economia, o Sebrae, o Senac e o Senai.

Uma das demandas identificadas pelo Gabinete da Mulher foi a questão do deslocamento até os locais onde seriam ministradas as aulas. Por isso, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) foi solicitado à Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) o benefício da passagem gratuita.

De acordo com o secretário municipal de Assistência Social, Claydson Moura, a Semas considerou de extrema importância atender o pleito da gratuidade da passagem e buscou a parceria da SMTT. “Esse benefício vai contemplar as mulheres que vão cursar e vão concluir seus cursos e transformar suas vidas”, comemora.

Foram investidos R$ 25.962 em 7.750 viagens de ida e volta, para garantir o comparecimento de todas as inscritas do começo ao fim dos cursos.

Esther Alves foi uma das beneficiadas. Ela mora no Benedito Bentes e diz que sem a passagem gratuita não conseguiria frequentar as aulas no Senac, no bairro do Poço. Sem emprego, ela vive com a mãe, única da casa com renda, mas só por enquanto.

Os planos da jovem são de começar a trabalhar o quanto antes para adquirir experiência e montar seu próprio salão de beleza. Com otimismo e mais perspectiva de futuro, ela se emociona quando fala quais serão seus próximos passos.

“Me emociono porque é importante a gente conseguir ingressar no mercado de trabalho, conseguir fazer um curso profissionalizante e, a partir daqui, conseguir trilhar um caminho, um projeto para a gente, uma vida independente. A gente não aprendeu só a ser profissionais, aprendeu sobre as pessoas, a vivência com as meninas e a professora nos deu um apoio muito grande”, afirma.

O Emprega Mulher completa um ano este mês. Além dos cursos finalizados, ainda há mais de dez em andamento com previsão de encerramento nos próximos dias.

Coordenadora do Gabinete da Mulher cita transformação de vidas promovida pelo Emprega Mulher / Foto: Allan César
Coordenadora do Gabinete da Mulher cita transformação de vidas promovida pelo Emprega Mulher / Foto: Allan César

Para a coordenadora do Gabinete da Mulher, o projeto conseguiu promover uma transformação na vida de muitas mulheres, e promete atingir um público ainda maior nos próximos meses. “Muitas mulheres estão fechando o ciclo da violência doméstica ou tendo forças para fechar; algumas estão com medidas protetivas vigentes; muitas foram diagnosticadas com depressão. O que a gente percebe é que, quando termina o curso, a vida delas está transformada, elas estão empoderadas, vencendo a depressão, começam a tomar decisões, com esperança renovada, capacitadas, já ingressando no mercado, já empreendendo, a gente enxerga uma mudança de vida”, ressalta.

A Prefeitura de Maceió também está com convênios em andamento para conseguir vagas de emprego para as mulheres formadas pelo Emprega Mulher, e também tem uma parceria com a Caixa Econômica Federal para que as Microempreendedoras Individuais (MEI) consigam empréstimos com condições especiais.

SMTT

Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito

Avenida Durval de Góes Monteiro, 829 - Tabuleiro do Martins
CEP 57061-000 // Telefone: (82) 3312-5330.
Horário de atendimento: segunda a sexta, de 8h às 14h.