Central Já! de Mangabeiras atende os casos de cartões bloqueados por biometria facial

Redação 15/12/2021 às 11:35
Central Já! de Mangabeiras atende os casos de cartões bloqueados por biometria facial

Atendimento acontece mediante agendamento

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) disponibilizou para a população, a partir desta terça-feira (14), o atendimento para os casos de cartões de embarques bloqueados por biometria facial, na Central Já! do Maceió Shopping. Para o serviço, os cidadãos precisam realizar o agendamento em https://agendamento.seplag.al.gov.br/.

O uso indevido dos cartões de embarques tem se tornado, cada vez mais, recorrente em Maceió. Só em 2021, foram 3.474 cartões bloqueados por uso indevido da gratuidade, destinada para estudantes, idosos e pessoas com deficiência, com ou sem acompanhante. Dessa quantidade, 1.115 dos bloqueios foram constatados em usuários do Passe Livre estudantil, o que equivale a 32,10% do total.

Para realizar o serviço de desbloqueio o cidadão precisa comparecer na sede da SMTT ou no Já! do Maceió Shopping, mediante agendamento. É necessário que o titular esteja presente para realizar o procedimento, e estar munido de documento com foto. Caso seja um menor de idade, o responsável pode analisar através das imagens o motivo do bloqueio.

Foto: Ascom SMTT

A coordenadora da Divisão de Cadastros da SMTT, Michelly Amancio, comentou sobre a ampliação do atendimento para a população. “Muitos usuários podem não ter disponibilidade no horário de funcionamento da SMTT, que é das 8h às 14h. Vendo essa necessidade do cidadão, resolvemos descentralizar o atendimento para o Já! do Maceió Shopping. Lá temos servidores da SMTT que trabalham de segunda à sexta, das 8h às 17h.”, explicou.

O superintendente da SMTT, André Costa, reforça que é fundamental que os cidadãos tenham consciência que esses usos indevidos trazem prejuízos para a população, considerando que as gratuidades que existem no transporte público estão garantidas por lei.

“A descentralização do atendimento integra medidas desenvolvidas pelo órgão, com base nas demandas que partem da população. O diálogo é fundamental para que o melhor serviço seja prestado para todos os usuários dos ônibus do SIMM”, destacou.

Saiba mais sobre a tecnologia criada para evitar fraudes

A biometria facial é uma tecnologia de reconhecimento que foi implantada em 2018 nos ônibus da capital, através dela é possível fiscalizar identificando por foto se é o titular que está utilizando o cartão.

Foto: Ascom SMTT

Os cartões que garantem o direito à gratuidade nos transportes públicos, são de uso pessoal e intransferível. Assim que a biometria identifica que o cartão está sendo utilizado por outra pessoa, ou que há duas pessoas tentando passar na catraca, o sistema caracteriza como fraude e o cartão é bloqueado automaticamente. O mesmo acontece quando não há o registro que o passageiro passou pela catraca.

Se houve apenas um uso indevido, o cartão é recolhido e fica bloqueado por 30 dias. O cidadão é informado sobre o motivo da suspensão do benefício e assina um termo de responsabilidade, após 30 dias ele retorna para pegar o cartão e voltar a utilizá-lo normalmente.

Para dois usos indevidos, ou em reincidência, caso o dispositivo já tenha sido bloqueado em outro momento e tenha novo bloqueio, a penalidade passa a ser de 60 dias. Se o sistema contabilizar uso indevido pela terceira vez, o benefício é cancelado e o usuário pode tentar reaver o cartão, após um ano.

Ascom SMTT

SMTT

Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito

Avenida Durval de Góes Monteiro, 829 - Tabuleiro do Martins
CEP 57061-000 // Telefone: (82) 3312-5330.
Horário de atendimento: segunda a sexta, de 8h às 14h.