Maceió inicia aplicação da dose de reforço com intervalo de 120 dias

Pontos de vacinação na capital alagoana já começaram a aplicar o reforço das vacinas contra a Covid-19 com intervalo reduzido

Ascom SMS 20/12/2021 às 16:07
Maceió inicia aplicação da dose de reforço com intervalo de 120 dias
Maceió já deu início à aplicação da dose de reforço com 120 dias de intervalo da segunda

A Prefeitura de Maceió inicia nesta segunda-feira (20) a aplicação da dose de reforço das vacinas contra a Covid-19 com intervalo reduzido de 120 dias contados a partir da data de aplicação da segunda dose das vacinas Aztrazeneca, Coronavac ou Pfizer. A medida segue determinação do Ministério da Saúde, conforme a NOTA TÉCNICA Nº 65/2021-SECOVID/GAB/SECOVID/MS.

A dose de reforço com intervalo reduzido para 120 dias é direcionada a todas as pessoas com mais de 18 anos de idade e deve ser administrada a partir de 120 dias após a última dose do esquema vacinal (segunda dose), independente do imunizante aplicado.

Quem tem pelo menos 18 anos e completou 120 dias da segunda dose das vacinas contra a Covid-19 já pode tomar a dose de reforço. Foto: Bruno Wesley
Quem tem pelo menos 18 anos e completou 120 dias da segunda dose das vacinas contra a Covid-19 já pode tomar a dose de reforço. Foto: Bruno Wesley

De acordo com o Ministério da Saúde, a vacina da Pfizer será utilizada como dose de reforço em pessoas vacinadas com os imunizantes Coronavac, AstraZeneca e Pfizer. "A opção por essa vacina levou em consideração o aumento da resposta imunológica no esquema heterólogo. De maneira alternativa, os imunobiológicos da Janssen e AstraZeneca também poderão ser utilizados na dose de reforço", afirma nota do Ministério.

Quarta dose para imunocomprometidos

A nota técnica também normatiza a administração da quarta dose para pessoas imunocomprometidas, ou seja, os indivíduos imunocomprometidos acima de 18 anos de idade que receberam três doses no esquema primário (duas doses e uma dose adicional). Este público deve tomar a quarta dose a partir de 120 dias após a última dose do esquema vacinal – terceira dose, independente do imunizante aplicado. Para a quarta dose, segundo orientação técnica, a vacina a ser administrada é preferencialmente a Pfizer.

Quem são as pessoas com alto grau de imunossupressão (imunocomprometidos)?
I - Imunodeficiência primária grave.
II - Quimioterapia para câncer.
III - Transplantados de órgão sólido ou de células tronco hematopoiéticas (TCTH) uso de drogas imunossupressoras.
IV - Pessoas vivendo com HIV/AIDS
V - Uso de corticóides em doses ≥20 mg/dia de prednisona, ou equivalente, por ≥14 dias.
VI - Uso de drogas modificadoras da resposta imune (vide tabela 1).
VII - Auto inflamatórias, doenças intestinais inflamatórias.
VIII - Pacientes em hemodiálise.
IX - Pacientes com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas.

Documentos necessários

Para se vacinar, pessoas com 18 anos ou mais que vão tomar a dose de reforço devem apresentar documento de identificação com foto, CPF e o cartão de vacinação com as informações da etapa anterior ou certificado de vacinação emitido na página do Conecte SUS.

A Secretaria de Saúde de Maceió reforça que em decorrência da queda temporária do sistema do Ministério da Saúde não é possível, neste momento, emitir a segunda via do cartão de vacinação sem que haja pelo menos um print do certificado de vacinação com os dados das etapas anteriores.


Documentos necessários para pessoas imunocomprometidas

Pessoas imunocomprometidas devem apresentar, além do documento de identificação, cartão de vacinação e do comprovante de residência, um dos citados abaixo:

– Prescrição médica com justificativa;

– Exames específicos que estabeleçam o diagnóstico;

– Relatório médico;

– Receitas para terapêutica específica de condições descritas;

– Guia de Encaminhamento específico.

Confira a lista de drogas modificadoras da resposta imune e doses consideradas imunossupressoras

Metotrexato

Leflunomida

Micofenolato de mofetila

Azatiprina

Ciclofosfamida

Ciclosporina

Tacrolimus

Mercaptopurina

Biológicos em geral (infliximabe, etanercept, humira, adalimumabe, tocilizumabe, Canakinumabe, golimumabe, certolizumabe, abatacepte, Secukinumabe, ustekinumabe)





Maceió inicia aplicação da dose de reforço com intervalo de 120 dias
SMS

Secretaria Municipal de Saúde

Rua Dias Cabral, 569 - Centro
CEP 57020-250 // Telefone: 82 3312-5400
Horário de atendimento: segunda a sexta, de 8h às 14h.