Após defeso pescadores voltam a pescar camarões no mar de Maceió

Na primeira pescaria realizada, 30 embarcações do Centro Pesqueiro trouxeram cinco toneladas do crustáceo

Tatiane Gomes e João Ferro/Ascom Semtabes 11/06/2022 às 08:30
Após defeso pescadores voltam a pescar camarões no mar de Maceió
Tarimbas do Centro Pesqueiro estão cheias de camarões frescos (Foto: Célio Junior/Secom Maceió)

Preservar o meio ambiente para conseguir viver em equilíbrio com a natureza. Os pescadores do Centro Pesqueiro levaram à risca a proposta e participaram ativamente do defeso do camarão deste ano, que ocorreu entre os dias 1º de abril e 15 de maio. O resultado da participação massiva foi uma pescaria de cinco toneladas do crustáceo na primeira ida à maré após a liberação. 

Pescadores vão logo cedo ao mar de Maceió. Foto: Maivan Fernandez/Secom Maceió
Pescadores vão logo cedo ao mar de Maceió. Foto: Maivan Fernandez/Secom Maceió

O defeso é um período de desova das fêmeas e o intuito é proteger as espécies durante o período de reprodução. Para os pescadores, significa que eles precisam ter respeito ao meio ambiente para fazer com que a cadeia produtiva funcione. Assim, eles ficaram vigilantes e não deixaram as embarcações locais irem ao mar. A proteção ambiental foi um ponto crucial para que agora eles recebam os louros da vitória. 

José Washington foi um dos pescadores do Centro Pesqueiro que participou do defeso do camarão. Foto: Célio Junior/Secom Maceió
José Washington foi um dos pescadores do Centro Pesqueiro que participou do defeso do camarão. Foto: Célio Junior/Secom Maceió

Para quem vive da pesca, como José Washington de Oliveira, 49 anos, ter que parar a pescaria durante uma época tão movimentada como a Quaresma, foi difícil. Nascido e crescido na orla do Jaraguá, ele sabe que é preciso respeitar a natureza.

“O defeso é importante. A gente para e a produção [criação de camarão] agradece. Após o defeso, a pesca já melhorou bastante. Antes, a pescaria estava fraca. A gente tem  expectativa de que no inverno a pescaria do camarão melhore mais”, atenta Washington, que é pescador há quase 30 anos. 

Pescadores e fileteiras comemoram o sucesso do defeso do camarão. Foto: Célio Junior/Secom Maceió
Pescadores e fileteiras comemoram o sucesso do defeso do camarão. Foto: Célio Junior/Secom Maceió

Ao todo, 30 embarcações do Centro Pesqueiro, cadastrados na Secretaria Municipal do Trabalho, Abastecimento e Economia Solidária, participaram do defeso. Sob a vigilância dos próprios pescadores, o período foi respeitado.

“Ano passado, fizemos muitas reuniões e orientações da Semtabes para que eles respeitassem o período. Nesse segundo defeso, os pescadores pararam por conta própria. Eles mesmos tomaram consciência de não pescar. Quando a pesca abriu, foi um sucesso total. Nunca teve tanto camarão no Centro Pesqueiro como teve na liberação da pesca”, ressalta a administradora do local, Valéria Vianna. 

Lúcia Maria é fileteira de camarão no Centro Pesqueiro do Jaraguá. Foto: Célio Junior/Secom Maceió
Lúcia Maria é fileteira de camarão no Centro Pesqueiro do Jaraguá. Foto: Célio Junior/Secom Maceió

A safra do camarão é justamente no período de inverno. Os melhores meses de pesca são entre maio e julho. Lúcia Maria de Oliveira, 60 anos, é fileteira de camarão e afirma que, após o defeso, tem muito camarão fresco nas tarimbas.

“É importante o defeso para a criação do camarão. Agora estamos na expectativa pelo inverno, com mais camarão, temos mais produto e estamos esperando chegar os consumidores”, destaca.

Centro Pesqueiro

O Centro Pesqueiro possui 158 permissionários cadastrados na Semtabes, mas beneficia indiretamente mais de 250 pessoas. A comercialização nas tarimbas do Jaraguá funciona de terça-feira a domingo, das 6h às 14h. Já as salas de filetagem e as oficinas do equipamento público ficam abertas todos os dias. 

SEMTABES

Secretaria Municipal do Trabalho, Abastecimento e Economia Solidária

Sede: Rua do Imperador, 141 - Centro.
CEP 57020-670 // Telefone: (82) 3312-5290

Sine Maceió: Shopping Popular, Rua do Livramento - Centro.
CEP 57020-030. Horário de atendimento: segunda a sexta, de 8h às 14h.