Equipe do Cras Área Lagunar recebe visita de monitoramento da coordenação estadual do Criança Feliz

Visitas também aconteceram no Cras Bela Vista e no Cras Selma Bandeira

Luiz Felipe Pimentel (estagiário)/Ascom Semas 04/03/2022 às 12:05
Equipe do Cras Área Lagunar recebe visita de monitoramento da coordenação estadual do Criança Feliz
Visita de monitoramento ao Cras Área Lagunar. Foto: Ascom Semas

A equipe do Programa Primeira Infância Cidadã desenvolvido no Centro de Referência de Assistência Social, (Cras) Área Lagunar, no bairro Prado, recebeu nesta sexta-feira (4) a visita de monitoramento de técnicas da Secretaria de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social.

O objetivo da ação de monitoramento é prestar orientações sobre a execução do programa, acompanhamento de visitas domiciliares, público acompanhado, composição da equipe, inserção das visitas no sistema e volume de recursos utilizados, além do funcionamento do comitê gestor municipal e outras demandas apresentadas.

Equipe do Programa Primeira Infância Cidadã recebeu visita de monitoramento. Foto: Ascom Semas
Equipe do Programa Primeira Infância Cidadã recebeu visita de monitoramento. Foto: Ascom Semas

A coordenadora estadual do programa, Simone Sampaio, ressaltou a importância das visitas e a aproximação com os visitadores. “É importante que a gente chegue mais perto de quem executa o programa, os visitadores. Através dessa visita, buscamos conhecer mais de perto quem está envolvido diretamente no programa, ouvindo-os”, explicou.

A visitadora do programa desde o ano de 2019, Cibelle Adna, participou da reunião e destacou o momento. “Essa visita técnica, da coordenação estadual, é importante para que a gente possa pontuar o que temos visto durante os anos de trabalho. É também um momento de reflexão para a equipe destacar os avanços que temos tido”, disse.

Programa Primeira Infância Cidadã

O Programa Primeira Infância Cidadã se desenvolve por meio de visitas domiciliares que buscam envolver ações de saúde, educação, assistência social, cultura e direitos humanos e acontece nos bairros Vergel do Lago, Bom Parto, Trapiche da Barra, Ponta Grossa, Cruz das Almas, Jacarecica, São Jorge, Jacintinho e Benedito Bentes.

O programa, mantido pelo governo federal, tem como público alvo crianças de até 3 anos e suas famílias beneficiárias do Auxílio Brasil, crianças de até 6 anos beneficiárias do Benefício de Prestação Continuada e suas famílias, e crianças de até 6 anos afastadas do convívio familiar, em razão da aplicação de medida de proteção. Mais de 1.500 indivíduos são acompanhados pelo programa em Maceió

A supervisora do programa, Alina Rocha, explicou a necessidade desses encontros para melhoria das visitas e a avaliação das dificuldades encontrados no dia a dia dos colaboradores.

“A gente tem trabalhado em sentido de promover uma infância com melhor qualidade de vida, identificando as dificuldades de cada indivíduo. Essas reuniões deveriam acontecer mais vezes, pois é o momento de discutirmos o que vem sendo realizado, avaliar as dificuldades e juntos buscar alternativas para o programa se desenvolver da melhor forma possível” explicou a supervisora.

Cras Área Lagunar foi o último a receber a visita de monitoramento. Foto: Ascom Semas
Cras Área Lagunar foi o último a receber a visita de monitoramento. Foto: Ascom Semas

As visitas foram realizadas na terça-feira (23), no (Cras) Bela vista, no bairro São Jorge e também na sexta-feira (25), no Cras Selma Bandeira, no Benedito Bentes, onde têm equipes do programa.

SEMAS

Secretaria Municipal de Assistência Social

Avenida Comendador Leão, 1.383 - Poço
CEP 57025-000 // Telefone: (82) 3312-5900
Horário de atendimento: segunda a sexta, de 8h às 14h