Cestas básicas serão entregues no estacionamento da SMTT nesta quarta-feira (19)

Atenção para o novo horário de distribuição dos alimentos, das 8h às 14h, só para as famílias residentes nos bairros Cidade Universitária e Santos Dumont

Cícero Rogério/Ascom Semas 18/01/2022 às 17:03
Cestas básicas serão entregues no estacionamento da SMTT nesta quarta-feira (19)
Quarta (19), alimentos serão entregues no estacionamento da SMTT. Foto: Ascom Semas

Nesta quarta-feira (19), a Secretaria de Assistência Social de Maceió continua com a distribuição das 21.670 cestas básicas para os beneficiários que informaram o endereço no CadÚnico, até agosto de 2021, referentes aos bairros Cidade Universitária e Santos Dumont. A entrega dos alimentos para essas localidades será feita até a quinta-feira (20), das 8h às 14h, no estacionamento da SMTT, que fica na Avenida Durval de Góes Monteiro, 429, Tabuleiro do Martins.

Para melhorar o fluxo do atendimento, diminuir a fila e atender aos representantes familiares com qualidade, a Assistência Social aumentou a equipe técnica para atender a todos os usuários que têm o direito ao benefício e que estiveram nesta terça-feira (18), no Lar São Domingos.

Equipe da Semas agiliza fluxo de atendimento. Foto: Ascom Semas
Equipe da Semas agiliza fluxo de atendimento. Foto: Ascom Semas

A diretora de Proteção Social Básica, Aline Pedrosa, informa que os servidores de diversos setores desta e de outras diretorias se empenharam em atender ao chamado para agilizar o fluxo da distribuição dos alimentos para as famílias em vulnerabilidade social de Maceió.

“Contamos com o trabalho e o empenho da nossa equipe multiprofissional para acelerar e melhorar a qualidade do atendimento a todas as pessoas beneficiárias e que estão em situação de vulnerabilidade social”, explica Aline.

Cuidados contra a Covid-19 e síndromes gripais. Foto: Ascom Semas
Cuidados contra a Covid-19 e síndromes gripais. Foto: Ascom Semas

Um dos usuários que atestou a melhoria da qualidade do atendimento foi o autônomo Roberto Nascimento, 37 anos. Ele mora no Jacintinho com a esposa e trabalha como vendedor de pipoca, água mineral e refrigerante no ponto de venda em frente ao Cadastro Único, na Serraria. "Foi rápido demais, excelente o atendimento, muito rápido, a Semas está de parabéns. Melhorou bastante o atendimento”, conta.

Roberto Nascimento diz que atendimento foi tranquilo. Foto: Ascom Semas
Roberto Nascimento diz que atendimento foi tranquilo. Foto: Ascom Semas

Já na saída, encostada no muro do Lar São Domingos, a auxiliar de serviços gerais, Tatiana Maria dos Santos, 24 anos, teve força suficiente para carregar duas cestas básicas, a dela e a da avó, a dona de casa, Terezinha Maria dos Santos, 57 anos. Elas moram em casas separadas, na Vila Emater, bairro Jacarecica.

Tatiana dos Santos e a avó Terezinha recebem cestas básicas. Foto: Ascom Semas
Tatiana dos Santos e a avó Terezinha recebem cestas básicas. Foto: Ascom Semas

“Foi tranquilo. Foi ótimo. A cesta chegou numa hora importante porque a situação está muito difícil e a oportunidade que a gente tem, recebe de braços abertos”, diz Tatiana. Dona Terezinha destaca que o atendimento foi ótimo e tranquilo. “Todo mundo atendeu as pessoas muito bem e eu agradeço a Deus e o pessoal que doou porque chegou numa boa hora, revela.

A jovem Gleiciely dos Santos, 18 anos, estava sentada no batente com a filhinha de um ano e dois meses, Layla Sofia dos Santos. Elas moram na Grota do Arroz, em Cruz das Almas. “A cesta básica chegou no momento certo porque eu e minha família estamos precisando dos alimentos”, diz.

Gleiciely Santos e a filha Layla. Foto: Ascom Semas
Gleiciely Santos e a filha Layla. Foto: Ascom Semas

A dona de casa Daiana Maria da Silva Santos, 29 anos, está desempregada e para se manter trabalha como catadora de material reciclado. Daiana mora com a filha na Vila Emater, em Jacarecica. Ela enfatiza que a cesta básica recebida é muito importantes para todas as mães de famílias garantirem o alimento dos filhos. “É muito bom ter uma feira assim dentro de casa, principalmente para quem está desempregada. Me sinto muito feliz ter recebido uma feira dessa. Já ajuda demais, a mim e todas as mães de família”, destaca.

Daiana Santos recebe alimentos. Foto: Ascom Semas
Daiana Santos recebe alimentos. Foto: Ascom Semas

Requisitos

A distribuição dos alimentos é feita para as famílias que estão inscritas no CadÚnico desde agosto de 2021, com renda por pessoa, de até R$ 89,00, o que caracteriza a situação de extrema pobreza. O representante familiar deve apresentar um documento de identidade com foto para receber a cesta básica.

Para saber se tem direito ao benefício, ao confirmar sua renda per capita, o usuário pode acessar o meucadunico.cidadania.gov.br/meucadunico ou baixar o aplicativo Meu CadÚnico e ainda entrar em contato pelos números do aplicativo de mensagens (82) 98882-8257 e (82) 98882-8212. Quem não tem acesso à internet, pode também tirar suas dúvidas ligando para o telefone (82) 3312-5924 ou indo a um CRAS mais próximo de seu domicílio, das 8h às 13h.

Cuidados

Todas as recomendações sanitárias previstas no Decreto Municipal, tais como manter o distanciamento social, uso correto da máscara e higienização das mãos com álcool a 70% devem ser seguidas pelos usuários que forem receber as cestas básicas para evitar o contágio da Covid-19 e outras síndromes gripais.

A entrega dos alimentos é financiada com recursos do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep) e deve garantir alimentação às famílias em situação de vulnerabilidade social ainda nesse período de pandemia.

SEMAS

Secretaria Municipal de Assistência Social

Avenida Comendador Leão, 1.383 - Poço
CEP 57025-000 // Telefone: (82) 3312-5900
Horário de atendimento: segunda a sexta, de 8h às 14h