Assistência Social e Senai contribuem para a formação de 62 profissionais em Maceió

Redação 04/11/2021 às 16:08
Assistência Social e Senai contribuem para a formação de 62 profissionais em Maceió

Formandos receberam o certificado de conclusão dos cursos nas áreas de gastronomia e construção civil

O sonho de ter uma profissão, conseguir o primeiro emprego ou voltar ao mercado de trabalho virou realidade para diversos formandos que participaram de qualificações nas áreas de gastronomia e construção civil, oferecidas pela Prefeitura de Maceió e o Senai Alagoas. A cerimônia de entrega dos certificados de conclusão dos cursos profissionalizantes de panificação, pintor, pedreiro, encanador e instalador predial ocorreu na manhã desta quinta-feira (4), no auditório do Senai.

Um dos formandos, aluno do curso de encanador, o jovem de 18 anos, Rhuan Ronald, não escondeu a emoção de concluir o curso. Para ele, um complemento à sua formação, já que estuda mecânica, no Instituto Federal de Alagoas. Rhuan enfatizou ainda a mudança de perspectiva que adquiriu no decorrer do curso.

“De fato, me surpreendi com o curso. Sabia que seria proveitoso, mas acabou sendo maravilhoso do início ao fim. Como sou estudante de mecânica no Ifal, tenho a certeza de que com os ensinamentos dos professores posso unir meus estudos ao curso de encanador. Não trabalho no momento, mas a oportunidade que foi dada na formação me faz acreditar que tenho capacidade e qualificação para entrar no mercado de trabalho”, ressaltou Rhuan.

A professora Paulitânia Oliveira ministrou aulas no curso de encanador e instalador predial. Ao falar da conquista dos alunos, ela enalteceu a força de vontade e o comprometimento dos formandos. Disse ainda que a parceria entre a Prefeitura de Maceió e o Senai Alagoas é primordial para ofertar formação profissional para os jovens da capital.

“Muitos de nossos alunos chegaram sem conhecer o curso, e mesmo assim, conseguiram assimilar bem o conteúdo. Através do desenvolvimento de teorias e práticas notamos que eles assimilaram muito bem os assuntos ministrados. O Senai possui renome nacional no tocante à qualidade de ensino e é esperado que os formandos se tornem excelentes profissionais. Não é somente um curso, mas a oportunidade de construir uma vida mais digna”, relatou a professora.

A formanda do curso de pintura, Eva Vilma, 35 anos, é mãe de cinco filhos e está desempregada. Com a qualificação, ela está determinada a trabalhar como autônoma na área de construção civil. Eva falou da importância das empresas criarem oportunidades de trabalho para mulheres que tenham uma história de vida parecida com a dela.

“Conseguir emprego é muito difícil e tudo piorou no período da pandemia. Independentemente do lugar que você vá procurar emprego, é exigida a experiência. Como vou ter experiência, se eles exigem alguém que tenha tido oportunidades? Graças à Prefeitura de Maceió, tive essa oportunidade de concluir um curso. Eu me sinto totalmente capacitada para prestar serviços de pintura de forma autônoma. Hoje posso afirmar que o lugar da mulher é onde ela quiser”, enfatizou Eva.

Desempregada há três anos e mãe de quatro filhos, Ângela Paula, de 41 anos, concluiu o curso de panificação. Apesar de não conseguir trabalho de carteira assinada durante este período, ela explicou que vai trabalhar de forma autônoma. Ângela contou que já tem até clientes, como seus vizinhos, que encomendaram pães a mais nova padeira de Maceió.

“Sabemos que o mercado de trabalho precisa de pessoas qualificadas e agora vejo que isso não me falta mais. As vantagens que consegui durante minha formação, com toda a certeza, irão me ajudar a abraçar as oportunidades que vão chegar. Tivemos profissionais excelentes que nos ensinaram e motivaram todos os dias. Torço para que, em breve, eu seja contratada por algum estabelecimento, mas caso não aconteça, irei continuar fornecendo meus pães, para mais clientes e com maior qualidade”, contou Ângela.

Ao participar da entrega dos certificados de conclusão dos cursos profissionalizantes, o secretário Municipal de Assistência Social, Carlos Jorge, reforçou a necessidade de promover e valorizar as habilidades e competências dos formandos, marca da gestão humanizada da Prefeitura de Maceió.

“Durante a pandemia vimos que as condições de trabalho ficaram cada vez mais escassas e pensando justamente na necessidade de amparar socialmente os indivíduos que mais precisam, a Secretaria de Assistência Social, por meio da Diretoria de Proteção Social Básica, vem trabalhando para qualificar profissionalmente essas pessoas. O certificado do Senai é renomado nacionalmente e o esperado é que o retrato social desses formandos seja modificado e que agora, possam desenvolver suas competências, habilidades e multipliquem o conhecimento para as demais pessoas”, pontuou o secretário.

Formandos e equipes da Semas e Senai Alagoas na entrega dos certificados. Foto: Ascom Semas

Os 62 alunos que concluíram a qualificação estão inseridos no Cadastro Único e têm renda per capita de até R$ 178,00. A diretora de Proteção Social, Aline Pedrosa, revelou que novas turmas de cursos profissionalizantes devem ser criadas ainda no mês de dezembro. Para ter acesso às vagas, o candidato precisa estar inscrito no Cadastro Único e possuir renda igual ou inferior a R$ 178,00 por pessoa na família. Além disto, é necessário ter no mínimo 16 anos e estar cursando a partir do 6º ano do ensino fundamental.

Iara Alencar (estagiária) – Ascom Semas

SEMAS

Secretaria Municipal de Assistência Social

Avenida Comendador Leão, 1.383 - Poço
CEP 57025-000 // Telefone: (82) 3312-5900
Horário de atendimento: segunda a sexta, de 8h às 14h