Abrigo provisório recebe famílias afetadas pelas chuvas

Equipamento da Assistência Social funciona na Travessa 13 de Maio, 151, no Jaraguá

Vanessa Napoleão/Ascom Semas 28/05/2022 às 10:00
Abrigo provisório recebe famílias afetadas pelas chuvas
Famílias devem acionar Defesa Civil para serem acolhidas no abrigo. Foto: Célio Júnior/Secom Maceió

Na última semana, as fortes chuvas deixaram famílias desabrigadas e desalojadas e o abrigo provisório da Prefeitura de Maceió, no bairro Jaraguá, já está recebendo essas famílias.

Segundo o secretário de Assistência Social, Carlos Jorge, o novo abrigo foi montado de forma preventiva para esse período chuvoso.

“Pela experiência do ano passado, vimos a necessidade de uma unidade de acolhimento bem equipada para atender famílias que necessitem de acolhimento nessa época das chuvas. Pensamos em cada detalhe para melhor atender a população de forma célere e com toda logística da Assistência Social integrada à Defesa Civil, explicou Carlos Jorge.

O abrigo provisório, que funciona na Travessa 13 de Maio, 151, no bairro Jaraguá, já recebeu mais de 50 pessoas e tem capacidade para 120. Uma delas é a  Jacyara da Silva,  de 26 anos, moradora de Riacho Doce, que chegou no abrigo com o marido, o filho e mais sete membros da família, na última quarta-feira. Ela contou que a barreira próxima à casa  dela cedeu, afetando a residência dela e de outros dois imóveis da família.

Jacyara da Silva e sua família em um dos quartos do abrigo. Foto: Célio Júnior/Secom Maceió
Jacyara da Silva e sua família em um dos quartos do abrigo. Foto: Célio Júnior/Secom Maceió

“A Defesa Civil foi até lá e nos encaminhou aqui pro abrigo e fomos bem recebidos. A minha preocupação era a minha avô que é idosa. Agora estamos mais tranquilos porque ela está segura aqui no abrigo e estamos  todos bem”, disse Jacyara .

A  marisqueira, Adriana Maria, 32 anos, está no abrigo com o marido e seu filho, Davi de 1 ano.  Eles moram na orla lagunar.

“Aqui me atenderam muito bem. A comida também é boa. A assistente social me atendeu para ver o que a gente precisava e até  me orientou  para  eu levar meu filho ao médico, porque ele tem um problema de saúde”, contou Adriana.

Adriana Maria sendo atendida pela assistente social da unidade de acolhimento. Foto: Célio Júnior/Secom Maceió
Adriana Maria sendo atendida pela assistente social da unidade de acolhimento. Foto: Célio Júnior/Secom Maceió

As famílias abrigadas no local estão sendo atendidas pela equipe de Benefícios Eventuais do Centro de Atendimento Socioassistencial (CASA), para dar entrada no auxílio moradia, e em outros benefícios assistenciais, caso seja necessário.

É importante que as famílias afetadas acionem a Defesa Civil, no 199, para receberem os atendimentos necessários. Após o contato da família, a Defesa Civil fará o registro da ocorrência e a equipe da Diretoria Operacional irá até a residência dessas pessoas para verificar a situação e encaminhá-las  ao abrigo e a outros serviços da Assistência Social, como o auxílio moradia.

 Auxílio Moradia

Até esta sexta-feira (27), foram encaminhadas 21 famílias para dar entrada no benefício eventual.

As famílias que estão dentro do perfil recebem o auxílio moradia no valor de R$ 250,00 para pagamento das despesas de locação residencial. O benefício é concedido por um período de seis meses, podendo ser renovado por igual prazo.

SEMAS

Secretaria Municipal de Assistência Social

Avenida Comendador Leão, 1.383 - Poço
CEP 57025-000 // Telefone: (82) 3312-5900
Horário de atendimento: segunda a sexta, de 8h às 14h