Feira de Adoção organizada pelo Gabinete da Causa Animal garantiu lares para 7 cães

Prefeitura já totaliza 108 adoções responsáveis com a iniciativa

Wilson Smith/Ascom GGI-CA 15/02/2022 às 10:00
Feira de Adoção organizada pelo Gabinete da Causa Animal garantiu lares para 7 cães
Sete animais foram adotados. Foto: GGI-CA

Organizada pelo Gabinete de Gestão Integrada de Políticas Públicas para Causa Animal (GGI-CA), em parceria com a Unidade de Vigilância de Zoonoses (UVZ), a última edição da Feira de Adoção conseguiu novos lares para sete animais, sendo três cadelas e quatro cães, todos filhotes que foram adotados já imunizados com a vacina antirrábica, vermifugados e com a castração garantida.

A ação ocorreu na Rua Aberta da orla de Ponta Verde no dia 13 de fevereiro. A secretária do Gabinete da Causa Animal (GGI-CA), Marcella Soares, tem acompanhado o desenvolvimento da iniciativa, que já totaliza 108 adoções. O Gabinete tem se empenhado no desenvolvimento de mais ações de proteção animal.

“A Feira de Adoção na Rua Aberta, na Ponta Verde, tem sido um sucesso, sempre com um bom fluxo de participantes. Com essa ação, já conseguimos encaminhar mais de 100 pets para um novo lar. Adotar um animal é um ato de amor e solidariedade. Na última edição, além de levar os animais para adoção, o Gabinete da Causa Animal, em parceria com a Unidade de Vigilância de Zoonoses, levou 150 doses de vacina antirrábica, que estavam disponíveis para todos os pets, que passaram pela feira”, frisou a secretária . 

Walna de Castro já participou de outras cinco edições, mas foi na última feira que ela e o esposo se apaixonaram por uma cadela. “Adotamos a Zoe. Tivemos uma conexão de imediato com ela. E com toda certeza será acolhida com muito amor em nossa família”, contou.

Zoonoses

A principal função da Unidade de Vigilância de Zoonoses é identificar possíveis doenças que estejam circulando na cidade e atuar com a equipe epidemiológica para combater os vírus na região. Uma da doenças transmissíveis de animais para humanos é a raiva. Embora esteja controlada em Maceió, o médico veterinário, responsável pela Gerência de Ações de Controle da Raiva da UVZ, Wellington Lopez, explicou a importância de manter o controle da doença no Município.  

“Somente a vacinação pode inibir a proliferação dessa doença que atinge o sistema nervoso e pode ser transmitida para o ser humano através de mordeduras. Alguns sintomas são aparentes no animal, como salivação excessiva, chega a ficar retraído e isolado, com dificuldade de deglutir. Em casos graves tem paralisia em todo o corpo. Por isso é de extrema importância, em casos suspeitos, chamar a Unidade de Vigilância de Zoonoses, para que esse animal seja retirado de circulação e fique em quarentena na unidade", informou Wellington.

A Feira de Adoção teve início em outubro de 2021. Os animais que foram levados para adoção na última edição da feira estavam abrigados na sede da UVZ, no bairro Cidade Universitária.

GGI-CA

Gabinete de Gestão Integrada de Políticas Públicas para Causa Animal

Rua Sá e Albuquerque, 235 - Jaraguá, Maceió - AL
CEP 57022-180 // Telefone: 82 98752.6505
E-mail: ggicausaanimal@maceio.al.gov.br
Horário de atendimento: segunda a sexta, de 8h às 14h