Feira de Adoção de animais alerta para combate e controle da Leishmaniose

Edição deste fim de semana vai realizar trabalho socioeducativo para alertar população sobre os riscos da doença

Wilson Smith/Ascom GGI Causa Animal 26/08/2022 às 13:12
Feira de Adoção de animais alerta para combate e controle da Leishmaniose
Pets adultos e filhotes vão estar disponíveis para adoção responsável. Foto: Ascom GGI-CA

O Gabinete de Gestão Integrada de Políticas Públicas para Causa Animal (GGI-CA) vai realizar, neste domingo (28), das 8h às 16h, mais uma Feira de Adoção da Prefeitura de Maceió na Rua Aberta, na orla de Ponta Verde.

No calendário pet, Agosto Verde é a campanha de combate e controle da Leishmaniose. Por isso, a coordenação do GGI-CA articulou uma ação fazendo alusão à data em parceria com Nutriagro, empresa de produtos veterinários.

A atividade irá contar com uma abordagem socioeducativa, com a distribuição de materiais impressos sobre a Leishmaniose, que tem como objetivo conscientizar a comunidade sobre os riscos da doença e as formas de prevenção.

A  Leishmaniose é uma doença grave, que pode acometer tanto humanos quanto animais domésticos. Ela é transmitida através da picada de um mosquito, popularmente conhecido por mosquito palha. Entre os principais sinais clínicos estão presentes os problemas de pele caracterizados por lesões em pontas de orelha de difícil cicatrização, magreza e crescimento excessivo de unhas. 

A veterinária da equipe do GGI-CA, Caroline Vital, falou sobre a importância da orientação sobre a doença para a população.

“Por não possuir cura em animais, tornando-os assim para sempre portadores da doença, se faz de extrema importância para a saúde coletiva a implantação de medidas socioeducativas, que instruam os tutores sobre a severidade da doença e auxilie na prevenção do aparecimento de novos casos no estado”, explicou a veterinária.

A coordenadora do Gabinete da Causa Animal, Fernanda Rodrigues, falou sobre a realização desta iniciativa. "A ação socioeducativa direcionada a alertar a população sobre os riscos e cuidados com a doença vai acontecer no último final de semana de agosto, mês que marca a prevenção contra a Leishmaniose”, contou a coordenadora. 

Para adotar

Para adotar um animal, a pessoa deve ser maior de 18 anos, precisa apresentar documento de identificação com foto e comprovante de residência, além de assinar um termo se responsabilizando pelo cuidado com o animal que está adotando.

Além das feiras, os animais que estão abrigados na UVZ podem ser adotados ao longo da semana, de segunda-feira a sexta-feira, diretamente na unidade.

Para mais informações sobre adoção, a população pode entrar em contato através do telefone (82) 98752-6505.

Cuidados

Os animais adultos que são adotados passam por procedimentos de castração, vacinação, vermifugação, além da testagem para leishmaniose.

Já os filhotes passam por prévia avaliação médico-veterinária e as pessoas que adotam recebem orientações sobre quando poderão levá-los à Unidade de Vigilância em Zoonoses para receber a vacinação antirrábica e realizar a castração.

O animal adotado recebe um chip que permite identificar o responsável em caso de abandono.

GGI-CA

Gabinete de Gestão Integrada de Políticas Públicas para Causa Animal

Rua Sá e Albuquerque, 235 - Jaraguá, Maceió - AL
CEP 57022-180 // Telefone: 82 98752.6505
E-mail: ggicausaanimal@maceio.al.gov.br
Horário de atendimento: segunda a sexta, de 8h às 14h