Feira de Adoção da Prefeitura de Maceió assegura lares para 10 animais

Feiras são organizadas através de uma ação integrada entre o Gabinete da Causa Animal e a Unidade de Vigilância de Zoonoses

Wilson Smith/Ascom GGI Causa Animal 21/11/2022 às 18:52
Feira de Adoção da Prefeitura de Maceió assegura lares para 10 animais
Nesta edição foram realizadas 10 adoções responsáveis de cães filhotes. Foto: Ascom GGI-CA

Neste domingo (20) ocorreu na Rua Aberta, da orla de Ponta Verde, mais uma edição da Feira de Adoção da Prefeitura de Maceió. A ação foi realizada na altura do Palato Praia, das 8h às 16h. A iniciativa é coordenada pelo Gabinete de Gestão Integrada de Políticas Públicas para Causa Animal (GGI-CA), em parceria com a Unidade de Vigilância de Zoonoses (UVZ).

Na ocasião, 10 cães filhotes foram adotados. Todos os animais já saem microchipados e os novos tutores recebem as orientações sobre os cuidados necessários com a saúde e bem-estar dos pets ao longo de toda a vida. A iniciativa já garantiu lares para 300 animais.

O responsável técnico da UVZ e veterinário, Diogo Brêda, pontuou a importância da realização da ação. “A feira de adoção é uma oportunidade para filhotes abandonados serem reintroduzidos à sociedade de uma forma digna: vermifugados, vacinados e com a castração garantida”, relatou.

O visitante, Miller Francelino, contou suas impressões sobre a feira municipal de adoção. “Sempre ando aqui na orla e dessa vez resolvi adotar essa cãozinho. Estou muito feliz e tenho certeza que trará muita alegria para o meu lar. O atendimento foi muito bom, me senti completamente assistido. A equipe explicou, que quando chegar na idade, posso levar à Unidade de Vigilância em Zoonoses para receber a vacinação antirrábica e fazer a castração. Esse compromisso do Município em cuidar dos animais é muito bom e importante”, revelou. 

A coordenadora do GGI-CA, Marcella Soares, explicou sobre o trabalho que vem sendo desenvolvido.  “Em pouco mais de um ano conseguimos adoções responsáveis para cerca de 300 animais. Esse trabalho é fundamental para dar uma nova oportunidade para os animais que estavam em situação de abandono. Nossa equipe verifica toda a documentação necessária para preencher a ficha de adoção. Os animais já saem com chip de identificação, que permite verificar dos dados do tutor, além de orientar sobre os cuidados que devem ser tomados com os animais”, explicou. 

Para adotar

Para adotar um animal, a pessoa deve ser maior de 18 anos. Precisa apresentar documento de identificação com foto e comprovante de residência, além de assinar um termo se responsabilizando pelo cuidado com o animal que está adotando.

Além das feiras, os animais que estão abrigados na UVZ podem ser adotados, ao longo da semana, diretamente na unidade. Para mais informações sobre adoção, a população pode entrar em contato através do telefone (82) 98752-6505.

Cuidados

Os animais adultos que são adotados passam por procedimentos de castração, vacinação, vermifugação, além da testagem para leishmaniose.

Já os filhotes passam por prévia avaliação médico-veterinária e as pessoas que adotam recebem orientações sobre quando poderão levá-los à Unidade de Vigilância em Zoonoses para receber a vacinação antirrábica e realizar a castração. O animal adotado recebe um chip que permite identificar o responsável em caso de abandono.

GGI-CA

Gabinete de Gestão Integrada de Políticas Públicas para Causa Animal

Rua Sá e Albuquerque, 235 - Jaraguá, Maceió - AL
CEP 57022-180 // Telefone: 82 98752.6505
E-mail: ggicausaanimal@maceio.al.gov.br
Horário de atendimento: segunda a sexta, de 8h às 14h