Campanha Agosto Dourado reforça importância da doação de leite materno para salvar vidas

Profissionais de saúde incentivam a prática por meio de palestras que ocorrem no Posto de Coleta, no Benedito Bentes

Gleycyanny Romão (estagiária) / Secom Maceió 25/08/2022 às 18:14
Campanha Agosto Dourado reforça importância da doação de leite materno para salvar vidas
Dez vidas de bebês podem ser salvas com a doação de leite materno. Foto: Juliete Santos / Secom Maceió

Com a inauguração do Posto de Coleta de Leite Humano do Centro de Saúde Hamilton Falcão, no bairro do Benedito Bentes, a campanha do Agosto Dourado - Amor que Alimenta - está promovendo rodas de conversa na unidade toda terça-feira, às 14h, sobre o aleitamento materno e a importância da doação do leite que pode salvar até 10 vidas de bebês. Essa parceria com o Gabinete de Políticas Públicas para as mulheres é o início de uma série de iniciativas da Prefeitura de Maceió para acolhimento às lactantes.

Durante as palestras, os profissionais da saúde também falam sobre a família como rede de apoio, a importância do leite humano e a introdução alimentar após 6 meses. “A amamentação exclusiva é de extrema importância porque auxilia no crescimento saudável dos bebês, no fortalecimento da imunidade, ajuda no desenvolvimento do pulmão, intestino e na ingestão de várias vitaminas” disse Cilea Ferreira, técnica de enfermagem, enquanto conversava com os pais.

Luana Silva e Carlos Henrique são pais de primeira viagem e aproveitaram o momento para tirar as dúvidas sobre os cuidados com o filho Isaac, que tem apenas 10 dias de nascimento. “A gente gostou porque compartilhamos ideias, dúvidas em relação ao aleitamento materno e ficamos mais tranquilos quando chegamos e vimos várias pessoas que também pensam igual a gente”.

Salvar vidas – Os profissionais também informaram que, doando leite humano, as mães podem ajudar a salvar a vida de outros bebês que estão na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Universitário, local onde as doações são entregues. A enfermeira Valdenia Maria Nogueira explica que é um processo de humanização e que um litro de leite pode salvar até 10 vidas.

“A lactante que tem interesse em realizar o cadastro deve trazer aqui na unidade o cartão do SUS e o documento de identificação da mãe e do bebê. Depois do cadastro ela passa pela triagem, que é uma consulta com a enfermeira e logo faz o teste rápido para doenças sexualmente transmissíveis. Após vinte minutos ela recebe o resultado e se estiver apta, já preparamos para retirar o leite de forma natural”, reforça Valdênia.

Enfermeira Valdenia Maria Nogueira durante a palestra que destaca o processo de humanização e a prática do aleitamento materno. Foto: Juliete Santos / Secom Maceió
Enfermeira Valdenia Maria Nogueira durante a palestra que destaca o processo de humanização e a prática do aleitamento materno. Foto: Juliete Santos / Secom Maceió

Emilly Gabrielle, 19 anos, é natural do município de Paulo Jacinto, município localizado na zona da mata alagoana, mas que atualmente mora no bairro do Benedito Bentes, em Maceió. Ela já é mãe de um menino de quatro anos e agora amamenta a filha Maria Luísa, que nasceu há um mês.

Durante a roda de conversa, Emilly recordou que estava sentindo fortes dores de cabeça e febre devido a grande quantidade de leite, foi então que a vizinha a informou sobre o programa e já fez todo o procedimento após a palestra. “Tirei todas as dúvidas sobre a alimentação da minha filha e fico feliz em estar ajudando os bebês que precisam desse alimento”.

Enquanto ela realizava os procedimentos, a filha ficou em uma sala bem equipada que foi criada pela prefeitura para deixar as crianças sob os cuidados das enfermeiras.

Caso alguma mãe não possa sair de casa para doar, basta ligar para o número (82) 3312-5546 para solicitar o envio das equipes semanalmente até a residência, eles entregarão os kits com o pote esterilizado, touca, avental e a cartilha mostrando o passo a passo para que a mulher tire o leite no conforto de casa.

Gabinete da Mulher

Gabinete de Políticas Públicas para Mulheres

Rua Sá e Albuquerque, 235, Jaraguá, Maceió/AL CEP 57022-180
Telefone: (82) 98746-9717
E-mail: secretariadamulhermaceio@gmail.com